Aprenda como limpar o seu nome e se livrar das dívidas em 5 passos

2

Existe uma espécie de passo a passo no mercado financeiro que pode ser usado por todas as pessoas que estão negativadas. Isto é, quem está com o nome sujo pode seguir esses passos para seguir o caminho da “limpeza” do nome em vários órgãos de defesa ao crédito.

Os 5 passos que estão listados abaixo são indicados por vários especialistas de finanças no Brasil e no mundo. E segue todas as diretrizes da educação financeira e do que as empresas esperam dos consumidores negativados.

Saiba que sempre há maneiras inteligentes de se livrar das dívidas, assim como também há dicas importantes para se fazer isso sem que se afunde ainda mais em contas a pagar e boletos a vencer.

1 – Saiba sobre a dívida

O primeiro passo é você saber sobre a sua dívida, portanto, você tem que ter informações sobre o valor que deve, para quem está devendo, em qual compra, os motivos e há quanto tempo.

PROPAGANDA

E pode parecer complicado, mas é bem fácil saber disso. O ideal é você consultar o seu CPF nos órgãos de defesa ao crédito, que fazem essa lista de inadimplentes. Como é o caso do SPC e do Serasa. Por lá, dá para fazer tudo gratuitamente e online.

2 – Faça a sua negociação

A negociação da dívida é o primeiro passo para se livrar das dívidas que você tem. E isso já te permite limpar o nome a partir de quando você faz o pagamento da primeira parcela do que foi reajustado e renegociado.

Agora, isso também é simples de ser feito, ok? Os sites das empresas de proteção também dão sugestão e parcelamentos da dívida e dá para imprimir os boletos na hora se você concordar. Se não concordar, aí você pode ir pessoalmente até a empresa para que deve.

3 – Ajuste o seu orçamento

Não vai adiantar você imprimir os boletos para pagar as dívidas se você não tiver condições de fazer isso pelo tempo que combinou. Então, faça um ajuste no seu orçamento também.

Isso quer dizer reduzir gastos para honrar com as novas parcelas das dívidas renegociadas, por exemplo. Comece a pensar na redução de comodidades e fique apenas com gastos essenciais.

4 – Peça a retirada do nome

Caso o seu nome não seja limpo automaticamente, aí você pode pedir isso no banco, na empresa ou mesmo no cartório. Após renegociação e pagamento do boleto, eles têm 5 dias úteis para retirar o nome.

Esses casos são para quem teve nome sujo por conta de cheques que foram devolvidos ou títulos protestados, por exemplo. E, nesses casos, podem haver cobranças de tarifas, cuidado.

5 – Cuidado com as novas compras

Por último, mesmo que esteja pagando as parcelas ou já tenha quitado, crie uma vida financeira saudável para evitar os erros que te fizeram chegar nas dívidas.

Se não, novamente, você terá problemas e terá que renegociar. Lembre-se que comprar à vista é sempre melhor. E que usar o cartão de crédito desenfreadamente é um grande erro. A partir disso, crie hábitos saudáveis, como anotar gastos e controlar o orçamento.

PROPAGANDA