Conheça 5 gastos que são vilões, mas podem ser mocinhos no seu orçamento

1

O carro é um gasto na sua vida? Provavelmente sim. Ele sempre será um gasto. Mas, você sabia que dá para economizar dinheiro com o carro? Aliás, tem como economizar energia em casa também, assim como evitar pagar por serviços que a gente não usa.

A ideia deste conteúdo é justamente essa: trazer aqui uma ideia de coisas que a gente tem e paga sem precisar ou sem ter motivos para tal. Alguns gastos que temos podem ser menores se a gente começar a estudar melhor eles, entre os quais, o carro e a energia.

Veja outros 3 desses gastos que atualmente são vilões, mas podem ser mocinhos nessa história toda de economizar dinheiro.

1 – O carro

O carro está entre aqueles vilões que mais facilmente podem ser tornar mocinhos. Sabe por quê? Porque a partir de mudanças simples de comportamento dá para reverter a situação.

PROPAGANDA

Bom, o que a gente vê é que o carro representa um dos maiores gastos de um orçamento familiar. Só que quando a gente analisa os motivos, a gente vê que os maiores gastos são com combustível e manutenção (ou a falta dela, claro).

Então, o que a gente precisa considerar é o seguinte: dá para ter um carro mais econômico (que consome menos energia e combustível) e também dá para se programar para fazer as manutenções periódicas e evitar gastos maiores.

Simplesmente com essas mudanças já dá para ter um resultado para lá de positivo.

Aliás, tem outra dica aqui também, que é sobre os impostos do carro. Você sabia que quando paga o IPVA à vista você tem um bom desconto no valor total? Então, outra dica é ficar atento e se programa para fazer isso ao invés de parcelar o pagamento.

2 – A energia

Outro gasto que temos e que representa uma boa parte do orçamento é a energia. Aquela energia que a gente consome mesmo, dentro de casa, sabe?

Aí, o que a gente vê é que em determinadas épocas do ano, a conta de energia vem bem mais cara. Isso acontece no verão, por exemplo, quando usamos mais o ar-condicionado, né.

E também pode acontecer em outros momentos. Mas, o fato é que dá para reverter isso também e de forma muito simples, com aquelas boas e velhas mudanças de hábitos que estamos falando desde o início.

Então, anote aí: desligue os aparelhos que não estiverem em uso. E nada de deixar ligado na tomada em stand by porque isso também consome energia, ok? Outra coisa é tomar banho mais rápido e usar o ferro de passar menos vezes na semana.

Além disso, faça a manutenção de aparelhos eletrodomésticos porque com o tempo, ele começa a consumir mais energia devido ao uso de certas peças.

3 – As dívidas

As dívidas também estão entre os maiores gastos das pessoas. O que significa que também consome muito de cada família.

Dívida é tudo aquilo que você tem de conta a pagar ou que você atrasou ou que precisa refinanciar ou que está pagando juros. Portanto, quase todo mundo tem uma dívida, né. Seja no financiamento da casa, do carro, do cartão, do cheque, etc.

Aí que aqui não tem muito segredo, não.

A dica é uma só: crie um bom planejamento financeiro para que possa quitar esse débito o quanto antes. Sem mais e nem menos.

O detalhe que vale a pena dizer é que você tem que estudar formas de pagar essa conta sem prejudicar outras áreas da vida. Buscar formas de ganhar dinheiro extra pode ser uma boa ideia.

4 – Os combos

Vamos explicar de forma muito simples aqui. Combos são pacotes. Pacotes são planos em conjunto. E tudo isso meio que é proibido, mas aí as operadoras acabam fazendo com outros nomes e oferecem vantagens para o consumidor aderir ao programa.

Então, basicamente, é o seguinte: o plano da TV custa R$ 100, o plano do telefone custa R$ 100 e o plano da internet custa R$ 100. Aí, a operadora diz que se você fizer o combo e assinar os 3 serviços de uma só vez vai pagar R$ 250.

Aí, como você não é bobo e nem nada, você acaba aderindo a ideia. Mas, sem saber que, de fato, esses valores individuais são exagerados e sem notar que você não precisa de tudo isso na sua casa.

A internet é R$ 100. Ok. Mas, para que você precisa de telefone fixo se já tem o plano de celular? E para quem precisa da TV se já tem o Netflix? Comece a estudar as formas alternativas de ter esses serviços de filmes, séries e comunicação no geral.

Os R$ 250 que você paga no combo pode ser algo como R$ 100 da internet e mais R$ 30 da Netflix, além do seu plano de celular, o que é bem mais barato que o combo, né.

5 – Os aplicativos

A gente quase sempre cita os aplicativos como ferramentas que foram criadas para trazer mais comodidade e facilidade aos consumidores. No entanto, hoje, vamos fazer um comentário que talvez você não goste muito, mas vai ter que concordar.

Se você é daqueles que sempre tem apps no seu celular e sempre recebe os “push” com as promoções e acaba comprando as coisas, saiba que isso torra o seu dinheiro, amigo.

As vezes, você nem está com fome, mas vê aquela promoção incrível e acaba comprando o lanche que você adora. Aí, de tanto comprar no app, no fim do mês, a sua fatura vem bem gorda, né. Do tamanho do lanche que você pediu.

Então, cuidado com isso. Não faça dos aplicativos os vilões do seu celular e da sua vida financeira.

PROPAGANDA