page contents

CRIPTOMOEDAS Jornalista - Tamara Pinho

Monero o que é, Como funciona, Vale apena minerar?

Monero o que é, Como funciona, Vale apena minerar?
Monero o que é, Como funciona, Vale apena minerar?
Gostou Avalie

A Monero é uma das moedas digitais que vem ganhando destaque ao lado da pioneira Bitcoin. Ela também é uma criptomoeda descentralizada e que utilizada tecnologia de criptografia para ter transações seguras e rápidas. Apesar de também utilizar o sistema de blockchain para as transações e minerações para descobrir novos blocos, foca na privacidade de seus usuários.

Para entender melhor como ela funciona e os benefícios dela em comparação à outras criptomoedas, veja o artigo que preparamos a você.

Monero, o que é?

A moeda digital Monero é muito semelhante a já famosa Bitcoin, pois é uma moeda com o objetivo de promover transações na rede online, de maneira rápida, segura e sem a intermediação de bancos e instituições financeiras. Fazendo assim com que os próprios usuários validem todas as operações realizada, por meio do processo conhecido como mineração e com a tecnologia da Blockchain.

Monero o que é

Monero o que é

Mas o principal diferencial da Monero em relação a BTC é que ela possui todas as transações guardadas em dados sigilosos. Isso significa que os usuários das transações não tem acesso ao nome dos usuários que recebem, que enviam ou ao valor das transações.

Como funciona?

A Monero possui um sistema de mineração que diferente de muitas outras criptomoedas, pois existe a possibilidade de ser minerada em computadores comuns. O que ajudou muito, principalmente os criadores de conteúdo, pois podem conseguir outras fontes de rendimento. Mas assim como as vantagens, existe a desvantagem de hackers que invadem os sistemas e colocam códigos de mineração nos sites sem permissão.

Já o funcionamento dessa moeda é similar ao de outras moedas virtuais, onde todos os processos são altamente seguros e todas as transações são feitas por meio de validação do de protocolo feita pelos usuários da rede. Assim, as operações ocorrem ainda mais rápida do que se fossem feitas por bancos. E ainda com a vantagem de poder receber e enviar a moeda para qualquer parte do mundo, sem taxas e instantaneamente.

Privacidade Monero

Um dos grande diferenciais que fazem com que a monero seja uma das criptomoedas que mais crescem nos últimos tempos, é que ela é uma moeda não rastreável. Ou seja, não é possível saber quem enviou ou receber moedas de quem e também não é possível saber o valor das transações, apenas o valor da recompensa recebida nas minerações.

Já nas transações de Bitcoin, por exemplo, é possível saber todas essas informações. Uma vez que a moeda foi criada com o intuito de ser totalmente aberta e possibilitando total acesso as transações que são realizadas.

Mas a Monero também possibilita que os próprios usuários decidam e controlem o que será ou não transparente e de acesso geral aos participantes da rede. Ou seja, se o usuário precisa ser transparente em relação às transações que ele faz, ele pode selecionar e decidir deixar isso como acesso público a todos os usuários dessa rede.

Valor da moeda

Criada quase cinco anos depois do Bitcoin, é normal que o valor da Monero seja inferior ao da primeira criptomoeda lançada. Porém, apesar de ter ficado por três anos com um valor estável de cerca de R$ 3 reais, (menos que um dólar), apenas nos últimos meses de 2017 o valor da Monero disparou até alcançar o valor médio atual de R$ 900 reais.

O alto crescimento em pouco tempo, depois de ter ficado por tanto tempo com o mesmo preço, se deve ao fato de que está sendo cada vez mais comum que as pessoas comecem a procurar por outras alternativas ao Bitcoin.

Dessa maneira, moedas virtuais como a Monero, acabam ganhando valorização, ao mesmo tempo que passam a ter um processo de mineração mais difícil.

Como Minerar?

O processo de mineração da Monero é similar ao de outras moedas virtuais. Acontece devido ao fato de que todos os usuários precisam validar as transações e assim eles recebem pequenas recompensas pela mineração.

Porém, quem deseja ter computadores apenas com o intuito de ganhar dinheiro minerando criptomoeda, precisa de levar em consideração alguns fatores. Se você já normalmente várias horas com o computador ligar, então minerar alí não irá ter um impacto tão grande em relação a conta de luz, por exemplo.

Mas se o objetivo é ficar exclusivamente ligado para minerar, então é necessário que se tenha uma máquina com processador de alta performance. Assim o processo de mineração virtual é mais rápido e com isso se tem mais lucro.

Porém, é recomendado que o minerador realize todo o cálculo levando em consideração os valores gastos com energia, equipamento, mão de obra e manutenção. Depois faça a conta de em quanto tempo você poderia recuperar o investimento e começar a lucrar. Caso o tempo seja superior a 4 meses, não vale a pena investir exclusivamente em mineração de Monero.

Ficou alguma dúvida sobre o assunto? Nos deixe um comentário!

Posts Relacionados

Sobre o autor | Website

Mineira e sempre em busca de aprender mais. Trabalha como Redatora em diversos segmentos há 4 anos. Sempre em busca de aprender novas técnicas para realizar um bom conteúdo. Nas horas vagas é escritora e colunista escrevendo crônicas sobre o cotidiano, relacionamentos e vida.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
DMCA.com Protection Status