Guia prático para enriquecer desde o primeiro salário

12

Você sabe o que deve fazer com o seu primeiro salário? Gastar tudo com compras não é uma boa ideia, mesmo que isso represente a sua independência financeira. Pagar boletos e contas e acabar com tudo também não é inteligente.

O segredo é muito simples: investir parte do seu salário para formar um patrimônio maior até que esse dinheiro te dê rendimentos altos mensalmente. Assim, você ganha dinheiro sem trabalhar, por exemplo.

Mas, calma. Para se chegar à esse ponto é preciso acumular dinheiro. E, abaixo, temos um guia prático para você fazer isso. Acompanhe.

Os gastos

Bom, antes de tudo, já vamos avisar que não estamos dizendo para vocês não terem gastos. É normal ter gastos financeiros todos os meses. Todo mundo tem gasto, não tem saída.

PROPAGANDA

O que estamos dizendo é para você conhecer quais são os seus gastos.

Mesmo que você esteja no seu primeiro salário é muito importante que tenha uma planilha de gastos ou um aplicativo bom que te ajuda nesse controle financeiro.

Você tem que saber quanto você gasta com roupas, com alimentos, com transporte, com educação, com cultura e lazer, com gastos essenciais (água, luz, telefone), com gastos nada essenciais (compras) e etc.

Nós não estamos te cobrando nada além do que você pode fazer de um jeito simples: a cada compra feita, anote o gasto na planilha.

E, claro, separe os gastos por tipos. Aliás, não vamos dar uma fórmula porque você tem que separar da forma que achar mais conveniente. O que você tem que saber é onde está gastando ou vai gastar o seu salário, está bem?

Ah, tem um detalhe bem importante aqui: tem muita gente que anota só gastos grandes, mas isso é um erro enorme. A gente tem que anotar tudo. Porque os gastos pequenos, quando somados, também se tornam grandes, obviamente.

Os objetivos

No começo, ainda mais quando se ganha o primeiro salário, que geralmente é mais baixo do que o esperado, a gente pode ter problemas na hora de guardar dinheiro.

Parece que sempre o dinheiro é pouco demais e nunca dá para nada. Mas, você tem que se atentar ao fato de que a vida não é e não deveria ser apenas pagar boletos, amigos.

Aí é que entram os seus objetivos financeiros. Qual é a ideia aqui? Quanto mais focado no seu objetivo você for, maiores as chances e as forças que vão estar ao seu lado para você guardar dinheiro.

Quem leu ou conhece a história de “Alice no País das Maravilhas” sabe do que a gente está falando agora. Tem uma frase que diz assim: “Para quem não sabe aonde vai, qualquer caminho segue”.

É bem isso o que estamos falando. Se você não tem objetivo financeiro na vida vai ficar mais complicado juntar dinheiro porque isso não vai fazer sentido. Então, além de controlar os gastos, considere os seus objetivos também.

E valem quaisquer objetivos, está bem? Como abrir o próprio negócio, criar um produto novo, ter uma aposentadoria mais saudável no futuro, fazer um intercâmbio após a faculdade, viajar o mundo a fora com o seu amor, etc, etc, etc.

Não importa qual seja, mas tenha objetivos.

Os juros compostos

Agora, outro ponto importante que devemos estudar, principalmente porque não aprendemos isso na escola, é sobre os juros compostos.

E a gente vai te ensinar isso do jeito mais fácil, anote aí. Primeiro você tem que saber que quando tem uma conta que se transforma em dívidas, você tem que pagar juros. Aí, uma conta de R$ 10 mil acaba sendo paga por R$ 12 mil, por exemplo.

É a mesma ideia do financiamento de carro e da casa. O imóvel custa R$ 120 mil, mas se você optar pelo financiamento, que tem a vantagem do parcelamento longo, você vai acabar pagando bem mais. E isso se deve os juros compostos.

Mas, o fato é que esses juros compostos também podem ser usados para serem o grande mocinho da sua história. Ao mesmo que você paga juros quanto tem contas, você pode receber juros quando empresta o seu dinheiro.

Então, o que é melhor? Diga você mesmo!

É por isso que é importante aprender sobre os juros compostos, para ter certeza de que você vai optar pelo jeito mais inteligente de ganhar dinheiro: emprestando dinheiro e não fazendo empréstimos.

Isso vai ser importante para o último passo desse guia, acompanhe e conclua!

Os investimentos

Seja o seu primeiro salário ou qualquer outro, o segredo é um só: você só vai enriquecer quando começar a juntar dinheiro e não gastar tudo o que você ganha. Independente de qual seja esse valor.

Se você ganha apenas 1 salário mínimo ou menos, já dá para começar a caminhar para a riqueza. E fazer isso é simples: comece a poupar parte do seu salário. O ideal é acima dos 20% do todo, mas se não der, comece com 5%.

Se todos os meses você poupar 5% do que ganha, saiba que no longo tempo vai estar bem perto da riqueza. Aliás, com o tempo, aumente essa porcentagem, afinal, é isso que as pessoas mais ricas do mundo fazem.

E como fazer para poupar dinheiro todos os meses? Exatamente seguindo o guia que indicamos até aqui: controlar gastos, ter objetivos financeiros, conhecer os juros compostos e investir. Esse é o segredo. E nada mais.

Se você é jovem, faça isso o quanto antes, assim será mais fácil e mais rápido ser rico. Se não é tão jovem, saiba que ainda dá tempo. Basta você querer e seguir as dicas acima.

PROPAGANDA